domingo, 18 de março de 2012

100-89-81-66...

Parace uma contagem regressiva, né?! Mas na minha cabeça não deveria ser assim... Esses foram os resultados, até agora, dos exames de quimeirismo do Gui.

O primeiro, deu 100% e na nossa doce ingenuidade imaginávamos que esta não seria mais uma preocupação futura, mas os exames vem demonstrando uma alteração que não contávamos...

É importante deixar claro que doenças malignas, como leucemia, que dependem de um transplante para almejar a cura, necessitam manter o quimeirismo em 100% e só isso interessa. Porém, a doença do Gui não se encontra neste rol e portanto este percentual pode ser inferior.

Isso significa que, mesmo com um percentual menor de quimeirismo, ou do sangue produzido pela medula do doador, pode trazer ao Gui uma vida normal! Se um pedacinho do seu sangue não consegue atuar efetivamente contra fungos e bactérias é desse pedacinho do doador que ele precisa!!

Mas o sinal de alerta foi aceso!

Sabemos que oscilações são comuns no primeiro ano de transplante, mas confesso que não contava com este banho de água fria, afinal todos os demais exames têm estado ótimos!! Porque logo este estaria oscilando dessa maneira.

Parêntese: A palavra "oscilar" vem sendo atribuida ao resultado dos exames pelos médicos, mas infelizmente na minha cabeça cartesiana e lógica apenas vem apresentando uma queda. Mas como na medicina se trabalha com tantas variáveis e cada organismo é diferente, isso ainda é oscilar.

O problema é que nos sentimos impotentes e reféns do seu próprio tempo! Pois somente este nos dará a resposta definitiva do tratamento do Gui.

Ahhh o tempo!!!

Como venho desejando que este ano voe com asas largas e turbinadas para que possamos viver sem sobressaltos, doses cavalares de medicamentos e prisioneiros em nosso próprio lar!! Como venho desejando, a cada exame, a cada coleta de sangue, a cada dose de remédio que adminstramos, que o tempo voe!!! E voe muito!! Imaginando que isso nos trará a completa felicidade e a capacidade de amar o nosso filhote incondicionalmente e ainda mais...

Mas como no momento só nos resta imaginar, o melhor que podemos desenhar hoje é que a medula transfundida no Gui reaja, se torne dominante e que viva em total harmonia com a que lhe sobrar da sua!!

Já o pior, pode significar tudo de novo!! Nova busca por doador, novos testes de compatibilidade, novo transplante... Enfim, simplesmente tudo de novo!

Se uma experiência no 6 andar do Einstein já vale um relato. Duas... não consigo imaginar, mas talvez seja importante começar este exercício, afinal nossas mentes sempre se preparam para o pior esperando o melhor!! Assim, cada batalha vencida ganha um sabor especial e acho que este tem sido um dos segredo da nossa força e da nossa perseverança. Claro que com doses também cavalares de amor, alegria e paciência.

Um outro segredo são os amigos, as palavras sinceras que substituem um abraço, as mensagens comoventes e a solidariedade de todos!!

Obrigada a todos por cada palavra, pelas mensagens, pelo carinho e por todos os amigos que vimos ter!!

Um grande beijo a todos,

Adriana












Nenhum comentário:

Postar um comentário