quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O cansaço do D+12



Hoje estamos completando 12 dias de transplante, mas ainda sem maiores novidades da pega da medula, apenas da mucusite...

Tratar uma inflamação deste tipo em um bebê é algo muito complicado e delicado. É difícil identificar onde dói e o quanto dói, apenas sabemos que dói!

E esses últimos dias tem sido bastante desgastantes em função dessa inflamação que gera dor, desconforto, mal humor e falta de sono, pois nem a combinação de rivotril, benadril, morfina e, às vezes, dramin dá jeito. Já pensando até em incluir uma dose de whisky 12 anos para ver se o sono chega! (risos)

As duas últimas noites foram de total esgotamento, mesmo nos revezando! Ele não conseguia dormir e com isso a gente também não. Quando o outro chegava no dia seguinte pela manhã vinha junto a sensação de alívio, e em todos os sentidos, pois podemos até ir ao banheiro!!!

Brincadeiras à parte, sempre soubemos que seria difícil, mas talvez esteja superando nossas expectativas. O negócio é punk! Mas que outra alternativa nos restava? Mante-lo em casa sem contato com o mundo? Tomando medicamentos o resto da vida? Sem poder viver tanto das coisas que já vivemos que fazemos questão de compartilhar com ele?!

Não! Isso definitivamente não estaria nos nossos planos!

Bom, voltado à medula, o prazo para que ocorra a pega se inicia por agora e pode demorar até, aproximadamente, 20 dias, a contar do transplante. A expectativa dos médicos é que a inflamação atual pode estar associada ao período da pega, mas também não escondem que pode ser uma infecção bacteriana ou mesmo reações severas da químio e da falta de imunidade. De qualquer forma, ministra-se antibióticos de espectros mais amplos para barrar qualquer possibilidade de infeção por bactéria. A questão é que falta pouco, mas o quão pouco não sabemos.

A pega de uma medula em um paciente é um momento de grande alegria, não somente para nós, mas para quase todo o andar de oncologia do hospital, onde seis leitos são exclusivos para transplante, seja por qual for a origem da doença.

Aliás, momento "você sabia?": A pega se inicia com a observação do aumento dos neutrófilos, uma substância presente nos leucócitos, que fazem com que estes subam também. Quando os neutrófilos do Gui começarem a subir, e que atualmente está zerado, significa que a medula está chegando!! Observando-se o aumento por três dias consecutivos e seus leucócitos chegando a 800 indica que a medula pegou geral!!!

Pois é... ela vem de mansinho e de repente faz o maior barulho!! Aliás, eu não sei ainda se ela é que vai fazer barulho ou se seremos nós!!! A champanhe já foi providenciada, só estamos aguardando a nossa convidada mais ilustre chegar!!!

Um grande beijo a todos,

Adriana.









8 comentários:

  1. Adriana, quero em breve poder brindar com vocês! E o Gui vai estar com uma mamadeira especial! Beijos, força sempre

    Thays *amiga da Solange.

    ResponderExcluir
  2. Adriana,

    Não desanima! Muito força para vocês! Estamos na torcida para que em breve todos possamos fazer este brinde! Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Amiga, seus depoimentos neste blog me emocionam a ponto de quase derramar lágrimas... Mas é uma emoção que significa força e não tristeza, essa garra que você e o Luiz nos passam é admirável, a cada dia que passa percebo o quão são especiais. Ao Guilherme desejo muita saúde! Pois de amor ele está repleto com certeza! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Que maravilha, quase estamos no momento do brindis!!Eu e Jaime estaremos também brindando e aguardando este momento de felicidade. Voces são valentes e tomaram a decisão correta, fazer o transplante e dar ao Gui a oportunidade de ser uma criança normal! Ele vai poder andar de bicicleta, jogar bola, rolar no chão e viver a plenitude depois do esforço superado! Ele e voces são vencedores porque já conseguiran ganhar muitas batalhas frente a pior ameça a um ser humano que é a morte. Agora virá o sucesso definitivo desta guerra de vida e voces vencerão!!!

    ResponderExcluir
  5. "Não sabes, não ouviste, que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobrem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam." Is 40:28-31. Esperem no Senhor, oramos pela renovação do vigor de vcs a cada dia, tudo vai passar, a pega vai se dar, e Gui será um vencedor, e todos vcs terão essa história tão intensa prá fazer parte da vida longa que ainda terão. Deus os abençoe, continuamos orando!

    ResponderExcluir
  6. Oi Adriana. Estamos orando por vocês. Muita força,paciência e Luz. Fiquem c Deus. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Não conheço vocês, mas posso garantir que Deus deu o maior presente de todos ao Gui: pais maravilhosos!

    ResponderExcluir
  8. Estamos todos em corrente de energias positivas,e nossos corações se unem ao da mamãe, do papai e dos familiares do pequeno Guilherme!...Que a luz do Divino Mestre esteja com vocês!

    ResponderExcluir